Inicio

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Software espião era falso positivo

Afinal, o software espião que o especialista em segurança Mohamed Hassan dizia haver nos portáteis Samsung não passava de um falso positivo.

Software espião era falso positivo

De acordo com a própria Samsung, o problema está no facto de os programas do Windows Live multilíngues criarem uma pasta que é identificada incorretamente como pertencentes à aplicação StarLogger, um keylogger.

Isto acontece especificamente com a língua Eslovena, com a qual é criada uma pasta SL em C:\Windows\SL. O problema é que o StarLogger cria também uma pasta com o mesmo nome no mesmo local, o que originou o falso positivo.
CNet noticia também que a GFI Software, empresa responsável pelo antivírus VIPRE que originou o falso positivo e toda esta questão, já pediu publicamente desculpa pelo problema, e explicou que, a dada altura, a Microsoft começou a usar a mesma pasta SL com o Windows Live para a língua Eslovena, originando toda esta confusão.
Alex Eckelberry, da GFI, já disse que o problema no código de deteção já foi resolvido na mais recente atualização.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget

Estatistica'S